LABORATÓRIO DAS ARTES


Projeto: Laboratório das Artes

Anos de participação: 2003-2015

Cargo: Membro Fundador, juntamente com Jorge Fernandes, José Emílio Barbosa, Max Fernandes (2003-06) e Nuno Florêncio

Web: https://laboratoriodasartes.wordpress.com/

O projeto Laboratório das Artes surgiu como grupo informal de artistas e teve início em 2001 após a intervenção artística numa loja comercial – Espaço Provisório – na rua S. António em Guimarães, que durou 1 ano. Após este período, e agradado com o projeto, o proprietário cedeu uma casa dos finais do século XIX, a porta 62 da rua de Camões. De 2003 a 2005 desenvolveu exposições, performances, música e mostras de cinema experimental no espaço, contabilizando cerca de duas centena de artistas das diversas áreas, tornando este projeto interdisciplinar. Em 2004 realiza o projecto EDUCARTE – Educação para a Arte em S. Torcato nas instalações da Associação para o Desenvolvimento das Comunidades Locais, projeto apoiado pelo IPJ de Braga dirigido a crianças carenciadas. Em Junho de 2006 o coletivo instala-se na rua Santa Maria, mesmo no centro histórico de Guimarães, inaugurando com atividades do Projeto Teleférico (exposição no teleférico de Guimarães), tendo sido apoiado pelo extinto Instituto das Artes, que reuniu 30 artistas nacionais em dois momentos diferentes: “Cais de Embarque” e “Operação Transbordo”. Após o Teleférico inaugura, em Julho de 2006, o projeto “Casa Sincera” da artista Isabel Carvalho. Em Novembro de 2007 cria o Projeto Fábrica, numa antiga fábrica de curtumes, apoiado pela Direção Geral das Artes. Este projeto reuniu uma exposição – IMPORT/ EXPORT – com 19 artistas nacionais, criando obras especificamente para o espaço.. Foram dirigidas ao público conferências com vários oradores como Ricardo Nicolau, Paulo Mendes, Gabriela Vaz Pinheiro , Inês Moreira , Laura Castro e Isabel Carvalho. Em Outubro de 2008 inaugura o último projeto apoiado pela DGArtes – INFORMAL. INFORMAL, projecto que reuniu 17 artistas e ocupou vários espaços Institucionais de Guimarães – Museu Alberto Sampaio, Sociedade Martins Sarmento, Paço dos Duques de Bragança, Tribunal, Edifício do Antigo Hospital e o Arquivo Municipal Alfredo Pimenta. Em Janeiro de 2010 e até Dezembro de 2015 o coletivo instalou-se no edifício do Café Milenário, no Largo do Toural, fruto de uma parceria com a Santa Casa da Misericórdia de Guimarães

DOWLOAD

Título: “Laboratório das Artes: 10 anos de investimento cultural em Guimarães” Autor: Luís Ribeiro Texto publicado na edição nº 5 da revista “Veduta – revista de estudos em Património Cultural”. Ed. Centro Cultural Vila Flôr (Oficina), 2011

Livro "Laboratório das Artes 10 anos"

Publicação: Centro Cultural Vila Flor

Coordenação Editorial: Luis Ribeiro

Textos: Laboratório das Artes, José Bastos, Ivo Martins, André Alves, Pedro Silva, Pedro Valdez Cardoso, Paulo Mendes, Fernando José Pereira, Francisca Abreu, Noémia Carneiro, Amélia Gomes Alves.

Tradução: Martin Dale

Revisão: Pedro Silva e Luís Ribeiro

Design Gráfico: Vera Velez

Impressão: Maiadouro

Ano: 2015

Exposição "Território de trabalho - Laboratório das Artes 10 anos"

Centro Cultural Vila Flor e Laboratório das Artes, Janeiro a Abril 2015

Artistas: André Alves, André Banha, António Gonçalves, Carla Cruz, Carlos Lobo, Dalila Gonçalves, Eduardo Matos, Fernando José Pereira, Isabel Ribeiro, Joana da Conceição, João Giz, João Marçal, Jorge Fernandes, José Almeida Pereira, José Emílio Barbosa, Luís Ribeiro, Mafalda Santos, Manuel Santos Maia, Max Fernandes, Miguel Leal, Miguel Palma, Nuno Florêncio, Paulo Mendes, Pedro Valdez Cardoso, Rui Mourão, Vera Mota e André Sousa (exposição individual no Laboratório das Artes).

Créditos fotográficos: Centro Cultural Vila Flor e Laboratório das Artes

Sobre a exposição: aqui

Carlos Lobo

Vera Mota

José Almeida Pereira (ao fundo) e Mafalda Santos (à direita)

Joana da Conceição

André Alves

Nuno Florêncio

Paulo Mendes

Miguel Leal

Fernando José Pereira

#arte #exposições #laboratório