WELCOME TO PARADISE!

Título: Welcome to Paradise!

Autor: Luís Ribeiro

Curadoria: Raquel Guerra

Ano: 2020

Local: Espaço Mira

 

Créditos fotográficos: MIRA FORUM

 

 

 

 

 

Dos corpos

Por Raquel Guerra

 

Na exposição Welcome to Paradise! Luís Ribeiro apresenta quatro núcleos de trabalhos nos quais explora questões que o têm vindo a inquietar desde que iniciou o seu percurso artístico: o corpo (na sua relação com o espaço), o acidente e o controlo (ou a falta dele).

Partindo de um conjunto de imagens retiradas de redes sociais de acidentes de automóvel, Luís Ribeiro apresenta dois conjuntos de desenhos – Sem título (Série Voyeurs do Desastre) e Sem título (Dead Bodies) – que questionam o (eterno?) fascínio do humano por uma certa ideia de morbilidade, de prazer estético do desastre, de “delightful horror” (segundo Burke). Nestes desenhos, o autor remove o corpo, no entanto, a presença humana “grita”. A ausência do corpo, neste contexto, reforça a tensão entre aquilo que se vê e aquilo que se supõe que aconteceu. Os automóveis acidentados, os aparentes protagonistas destes desenhos, surgem-nos, assim, como corpos disfuncionais.
 

Seguindo a estratégia apropriacionista que atravessa a exposição, o autor presta homenagem a Weegee, usando algumas das suas icónicas fotografias de cenas de crime como ponto de partida para Sem título (The Tourist) e Sem título (Dead on Arrival). Note-se que é apenas nestas obras (e em mais uma da série Voyeurs do Desastre) que o corpo humano está representado. A experiência do drama é, assim, mediada pela natureza humana (pelo corpo humano).
 

Sem título e I feel attracted but I don’t know why, respetivamente a obra que abre e a que encerra a exposição, são fotografias cedidas pela Divisão Criminal da PSP de locais/cenas de acidentes. Estas imagens remetem-nos para uma figuração do corpo através da representação da sua ausência: temos os referentes, mas não os referidos, intensificando-se, desta forma, o dramatismo do olhar sobre o acontecimento.
 

A dimensão sonora do vídeo Welcome to Paradise, filmado entre Portugal e o Japão, intensifica a experiência do espectador na exposição. A tensão é reforçada pela sucessão das imagens, como se algo estivesse na iminência de acontecer.

 

Welcome to Paradise! Apresenta-se-nos como uma exposição sensorial (no campo da experiência física), na qual interessou ao artista, para além das questões formais (ou visuais), apresentar um conjunto de obras que remetam para um leque variado de experiências. Tensão, drama, expectativa, dor, desconforto: tudo isto encontramos na exposição de Luís Ribeiro.

Bem-vindos ao (novo) paraíso!

© 2021  Luís Ribeiro | Portugal